quarta-feira, 28 de março de 2012

GIR - Gado de corte

GIR 

Origem 
A raça Gir que temos hoje no Brasil corresponde fielmente ao gado Gir encontrado ao sul da península de Catiavar na Índia, de onde procede. É uma raça de dupla aptidão, voltada ao mercado de carnes e produção de leite. Seleções vem sendo feitas, dando resultados ótimos na produção de leite. No passado, muitos criadores deram importância exclusiva a caracteres raciais, de menor importância econômica; depois, evoluíram para a seleção de rebanhos e linhagens com maior capacidade produtiva, tanto para carne como para leite. 
Características 
As qualidades leiteiras das vacas são bastante pronunciadas, o que beneficia o desenvolvimento do bezerro. Tenta-se a seleção de uma variedade leiteira. Em alguns rebanhos a produção é regular em regime de semi-estabulação. Para isso seria vantajoso formar uma nova raça cruzando o Gir com uma raça leiteira bem adaptada, como, por exemplo, a Holandesa. O bezerro é pequeno, mas muito resistente. Às vezes encontra dificuldade em mamar devido à grossura exagerada das tetas. Quando adulto, atinge cerca de 500kg nas fêmeas e 800kg nos machos. Um grande defeito no Gir, é seu prepúcio muito baixo, que favorece o aparecimento de feridas, podendo inutilizar o reprodutor. 
Associação Brasileira de Criadores de Gir do Brasil
Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110 bloco 01 
Uberaba MG, CEP 38022-330 Fone/fax: (034) 336-5845 

Associação Brasileira dos Criadores de Zebu
Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110Parque Fernando Costa 
Uberaba - MG, CEP 38022-330 
Fone: (034) 336-3306 Fax: (034) 336-2282

2 comentários:

  1. Bom dia,
    sou de uma família que há duas gerações cria gado gir padrão, mas, apesar da identificação natural com a raça, sempre fui muito reticente em dar continuidade à tradição de criar gado gir; pois há grande dificuldade do bezerro em mamar e os animais costumam ser tardios.
    Contudo, tenho intenção em criar gado gir especializado na produção de carne; mas não encontro literatura especializada, criadores com foco na seleção de corte ou sumários de touros testados que não seja para leite.
    Por isso, gostaria de orientação quanto à existência de algum programa de melhoramento do gado gir com propósito de produzir carne; ou, ao menos, trabalhos científicos avaliando a viabilidade do gir como raça de corte, seja pura ou em cruzamento industrial.
    Grato,
    Fabrício.

    ResponderExcluir